Vivendo em Harmonia – Revista Saber – Janeiro 1999 – pags. 44/45

paulofontes ❤ Imprensa, Media Deixe um Comentário

Aos 50 anos, o Brasileiro Robiyn pratica e ensina uma filosofia revolucionaria. Na Madeira, o curso Renaskigi – A Arte de Viver a Vida em Harmonia – tem sido um estrondoso sucesso. As teorias e métodos utilizados ( viagens ao passado, a outros planetas ou dimensões ) cativam, um grande número de pessoas na partida para e descoberta da sua auto-consciência e identidade perante o mundo.

Saber – No que consiste o curso RENASKIGI – A Arte de Viver a Vida em Harmonia ?

Robiyn – O curso ajuda as pessoas a descobrir a origem do seu potencial e viver em harmonia. Ajuda também a descobrir a origem dos problemas, através de um despertar para a consciência. A idéia é despertar cada cidadão para poder descobrir que a solução está em si ou através de si. Todo o problema tem uma solução. Costumo definir liberdade como a capacidade de transformar problemas em soluções.

Como é que o curso RENASKIGI pode ajudar uma pessoa na sua descoberta interior e auto-consciência perante si e o mundo ?

A primeira coisa é assumir a responsabilidade de que os problemas da vida não são os outros. E depois temos uma série de técnicas que podem permitir à pessoa descobrir, através de práticas muito simples e rápidas, aonde está o problema e qual a sua solução. Cada um de nós tem acesso a uma sabedoria universal, cada um de nós é um sábio, só que por mais que a torneira tenha acesso ao depósito de água, ela não solta mais do que é capaz de abrir. Primeiro temos de saber o que nos restringe, os porquês de nos sentirmos tão culpados ou desequilibrados, ao ponto de não termos acesso a essa própria sabedoria.

No colégio, eu não gostava de ganhar nos esportes, porque sentia a tristeza de quem perdia. Ninguém pode ser feliz fazendo o outro infeliz. Fomos todos condicionados à competição, e então observamos o mundo de uma forma competitiva, porque a gente vê de acordo com aquilo que fomos treinados a ver. Quando se pratica esportes ensina-se que temos de provar o que valemos, provando que o outro não vale.

Mas a competição é um fenômeno próprio da Natureza. As próprias leis da sobrevivência obrigam a haver necessariamente um predador e uma presa.

Jamais. É daí que vem toda a revolução que estou trazendo no conhecimento e prática da vida humana. Em todos os ramos, inclusive científico e da física nuclear. A física de Newton mostrava que um observador observa um fenômeno isolado . Einstein mostra que não é bem assim. Tudo é relativo. Hoje, a física quântica mostra que o observador participa do fenômeno que está sendo observado. Quando você muda uma variável, muda todo o resultado de uma equação. Assim também a Ciência não toma em consideração certas variáveis. A observação feita da Natureza de que ela é competitiva parte de um pressuposto. Existe uma realidade paralela em que nada é competitivo. Existe um outro caminho, o caminho da cooperação. Quando você cuida do outro, os dois crescem, ninguém fica para trás.

Nos diversos sistemas espirituais religiosos, que é o Jardim de Éden, os animais não se mordem, não se comem. Essa realidade existe. A última novidade na física é que há muitas realidades concomitantes. Essas realidades são como diversos canais de televisão, mas só se sintoniza com aquele que você está vendo. De acordo com o nosso nível de energia podemos estar sintonizados com uma coisa ou outra.

Pelo que diz, a competição é em si um entrave à prática harmônica. Ultrapassado esse sentimento de egoísmo, quais as técnicas e métodos que ensina no curso para superar problemas ?

Os traumas e medos são perdoados e limpos através das técnicas de regressão ao passado e acompanhadas pela técnica do perdão. Quando uma pessoa morre numa outra vida, fica com certas impressões e traumas, estas mantêm-se e têm continuidade nesta vida. Fica gravado no inconsciente.

Depois de diagnosticados, a pessoa relaxa e através de técnicas que eu vou ensinar, tipo visualização, vai reconstruindo a vida.

É como o filme Regresso ao Futuro. Aquilo é hilariante, mas ao mesmo tempo é a física mais avançada que existe. Acontece que o personagem principal viaja até o passado, encontra seus pais e interfere, e quando volta para o presente não encontra aquilo que deixou. Tudo está diferente.

As viagens ao passado de que falou são feitas em transe ou em estado consciente?

Eu não uso a hipnose. Aprendi aos 14 anos mas nunca utilizei. Desde 1971 que venho usando um sistema para ver vidas passadas sem hipnose.

O objetivo das viagens ao passado é descobrir a origem do problema e superá-lo. Tive um caso de uma mulher que numa vida passada era uma homem, porque a alma não tem sexo, e foi apanhada a roubar uma fruta num navio. O comandante, que era muito maldoso, colocou-a de castigo no porão, ela tem agora claustrofobia. O comandante mandou-lhe cortar o pulso e agora ela tem problemas de pressão baixa. Depois mandou caminhar na prancha. Com um detalhe, fez dar meia volta e olhar toda a tripulação, e então ela hoje não consegue olhar de frente quando fala com alguém. Tem estes problemas desde que nasceu, que foram resolvidos numa sessão de meia hora. Naquela noite ela dormiu pela primeira vez na vida sem remédios.

De que se trata a técnica do perdão ?

As folhas mortas de uma árvore nunca são desperdiçadas, reciclam-se e servem de nutrientes para as raízes das árvores que usam-nas para nutrir novas folhas, flores e frutos. Dessa forma, o que já se passou conosco, em vez de servir para nos derrubar, pode ser o nosso nutriente. Se a árvore não solta as folhas mortas debilita-se e acaba morrendo . Se ficarmos presos às coisas que já ocorreram, guardando rancor, mágoas, e medos, destruímo-nos, em vez de crescermos.

A reencarnação é, no seu entender, uma nova oportunidade de se redimir e corrigir os erros da vida passada ?

A minha postura é um pouco diferente. A maior parte dos sistemas ensinam que para nos aperfeiçoar ou então que estamos aqui por castigo, pecado original, eu penso que Deus sendo Amor, não castiga. A reencarnação para mim não tem esse propósito. Cada um de nós é um voluntário e Deus aceitou-nos para compor uma seleção chamada Humanidade, no momento tão difícil que essa humanidade está passando. Não estamos aqui por castigo, mas por merecimento. E uma seleção é composta sempre pelos melhores jogadores. Não são chamados para treinar, mas para fazer um bom jogo.

É então religioso ?

É um princípio de igualdade, não se trata de religião, é a que menos pratica isso. Cristo e religião são duas coisas completamente diferentes. Deus não é prerrogativo de religiões, as religiões são as que esquartejam Deus em pedaços. Cada uma é mais fundamentalista que a outra. Cristo não tem nada a ver com o cristianismo. Cristo não fundou o cristianismo.

Mas acredita na existência de um ser superior e supremo ?

Não acredito em nada, porque no momento em que você prova já não acredita. Passa a saber e tem a certeza. Só acredita quem duvida. A crença é a máscara hipócrita da dúvida.

A minha certeza é que eu existo, os outros existem e podemos nos tratar bem. Isso para mim é Deus. Ë o que une as pessoas. Quando me perguntam de que religião sou, eu respondo que sou como a cera que dá o brilho a qualquer tinta de qualquer cor em qualquer carro. Sem a cera não há brilho. Mas a cera nunca toma a cor da tinta a quem serve. O meu papel na vida é como a cera. A cera não é exclusiva de uma tinta, mas pelo contrário mostra as partes que estão mal numa tinta e ainda enaltece as que estão bem.

Algumas das suas teorias são totalmente revolucionárias. Fala de viagens a dimensões paralelas ou a outros planetas. É possível prová-lo ?

Falar de dimensões paralelas é a última palavra da Ciência. Leva horas para explicar. E se um professor de física não está a par, então não está a para dos avanços da Ciência no campo.

Eu tenho outros conceitos nesse campo tempo/espaço que conjugam com a física quântica. A idéia de que o corpo é a prisão do espírito é o equívoco da Humanidade. Nós somos seres infinitos. Você não tem tempo nem espaço para ser infinito…

Uma pessoa que tenha vivido noutro planeta viaja à terra. Ela pode vir e voltar. Mas se tiver um acidente não pode voltar, por exemplo quando a nave tem um colapso, ou o portão dimensional fecha. Não podendo voltar, fica triste ou com medo. Há uma flutuação de energia que faz com que fique ainda mais preso à terra, mais triste e então acaba por morrer aqui e não consegue reencarnar no mundo de onde veio porque faltam-lhe impulsos energéticos e fica preso no campo gravitacional local, neste caso o planeta terra, e normalmente no corpo humano.

O livro “Em busca dos Extraterrestres extraviados. Serás tu um deles ?” descreve essas situações.

Relativamente às técnicas usadas no curso, nomeadamente às viagens ao futuro. Como é que se passam ?

O consciente que nós temos é que nosso presente é consequência do passado, e nosso futuro é consequência do presente. É precisamente ao contrário. O seu presente é consequência do seu futuro. Por exemplo, se você sai e pega um guarda-chuva, você pega porque vai chover. A viagem ao futuro é uma técnica que permite ver o que está para acontecer e alterar as condições. Numa viagem ao futuro, uma senhor viu que ia ter um acidente. Você pode colocar a data, a época na sua mente. A sua consciência tem capacidade para fazer isso. Ela limpou, com a técnica do perdão e mudou as imagens daquilo que pode vir a acontecer. A previsão realmente aconteceu, mas como ela já sabia teve tempo de evitar a catástrofe.

Para efetuar essas viagens é necessário ter uma certa precaução dado a sua delicadeza e perigo. Como é possível então fazer uma viagem ao passado via telefone ?

Cientistas da NASA estão a estudar o cérebro de pessoas como eu, que operam noutras frequências e noutras faixas. A conclusão a que chegaram foi que a próxima etapa da evolução genética do ser humano abarca o uso da telepatia e outras faculdades que eu tenho. Mas não gosto de utilizá-las para interferir na vida da pessoa. Todos tem capacidade para a telepatia,  mas a um nível preliminar. Todos podem ser treinado. Quantas vezes o telefone toca e você diz:  Puxa, estava pensando em você ! Isto é telepatia embora ninguém associe uma coisa com a outra e pense que é uma coincidência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *